MIRANTE 1

Apenas um grande caderno de notas. Um mirante de onde eu olho tudo e qualquer coisa e bato nas teclas pra registrar.

8 C’s

“Trabalhar no último andar do prédio tem lá as suas vantagens”, pensou.

A manhã era cinza, típico início de dia paulistano. Todos com vontade de estar na cama, no comecinho do inverno, mas no trabalho, conectados por mouses, teclados, telefones e celulares.

Muitos milhões de pessoas sacrificando os seus ids para juntar dinheiro e surrar os seus superegos no final de semana.

Com um Copo de Café e um Cigarro na mão, vi de Cima do prédio, um Cara de Costas para o Chão. hid

Estatelado. Parecia ter se jogado da sacada do sétimo andar, aonde eu o observava.

Por um segundo imaginei minha bituca caindo e acertando-o bem no meio do rosto. Fiquei com dó. Mas percebi algo artístico na cena. A maneira como a árvore brotava da calçada e os carros passavam na rua se misturavam ao gosto de café e a tragada no cigarro que eu dava.

Tantas linhas retas no desenho e esse personagem lá, largado, todo torto…Um infame herege que dorme às oito da manhã, no meio da rua, enquanto eu me plugo por mouse, teclado, telefone e celular.

Me imaginei caindo da sacada e me estatelando no chão. Acho que ficaria tão torto quanto ele. Mas pensei como ficaria o meu Estado. O Estado!

E achei irônico o desenho da calçada e um ser, que poderia ser um cidadão acolhido pelo Estado, deitado sobre sua imagem, como a Pietá de Michelangelo nos braços da nação mãe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 30 de junho de 2010 por em Cidade, Política.
%d blogueiros gostam disto: