MIRANTE 1

Apenas um grande caderno de notas. Um mirante de onde eu olho tudo e qualquer coisa e bato nas teclas pra registrar.

We weren’t born to follow ourselves

We Weren’t Born To Follow

This one goes out to the man who mines for miracles/ This one goes out to the ones in need/ This one goes out to the sinner and the cynical/ This ain’t about no apology/ This road was paved by the hopeless and the hungry/ This road was paved by the winds of change/ Walkin’ beside the guilty and the innocent/ How will you raise your hand when they call your name?

Yeah, yeah, yeah

We weren’t born to follow/ Come on and get up off your knees/ When life is a bitter pill to swallow/ You gotta hold onto what you believe/ Believe that the sun will shine tomorrow/ And that your saints and sinners bleed/ We weren’t born to follow/ You gotta stand up for what you believe/ Let me hear you say yeah, yeah, yeah, oh yeah

This one’s about anyone who does it differently/ This one’s about the one who curses and spits/ This ain’t about our livin’ in a fantasy/ This ain’t about givin’ up or givin’ in/

Yeah, yeah, yeah

We weren’t born to follow/ Come on and get up off your knees/ When life is a bitter pill to swallow/ You gotta hold onto what you believe/ Believe that the sun will shine tomorrow/ And that your saints and sinners bleed/ We weren’t born to follow/ You gotta stand up for what you believe/ Let me hear you say yeah, yeah, yeah, oh yeah

Guitar!

Nós Não Nascemos Para Seguir

Esta é para o homem que procura por milagres/ Esta é para os necessitados/ Esta é para o pecador e o cínico/ Não tem nada a ver com não se desculpar/ Esta estrada foi feita pelos desacreditados e famintos/ Esta estrada foi feita pelos ventos da mudança/ Andando junto do culpado e o inocente/ Como você irá levantar sua mão quando chamarem seu nome

Yeah, yeah, yeah

Nós não nascemos para seguir/ Venha, não fique de joelhos e levante-se/ Quando a vida é um remédio amargo para engolir/ Você tem que se agarrar no que você acredita/ Acredite que o sol irá brilhar amanhã/ E os santos e pecadores sangrarão/ Nós não nascemos para seguir/ Você tem que defender o que você acredita/ Me deixe te ouvir dizer: yeah yeah yeah oh yeah

Esta é para qualquer um que faça diferente/ Esta é para aqueles que xingam e cospem/ Não tem nada a ver com a gente viver em uma fantasia/ Não tem nada a ver com desistir ou ceder/

Yeah, yeah, yeah

Nós não nascemos para seguir/ Venha, não fique de joelhos e levante-se/ Quando a vida é um remédio amargo para engolir/ Você tem que se agarrar no que você acredita/ Acredite que o sol irá brilhar amanhã/ E os santos e pecadores sangrarão/ Nós não nascemos para seguir/ Você tem que defender o que você acredita/ Me deixe te ouvir dizer: yeah yeah yeah oh yeah

#######

Aproveitando a pegada zen que me invadiu essa semana, trago mais uma letras que é capaz de levantar a aut0-estima de qualquer um.

Mas ao mesmo tempo, é um puxão de orelha para os acomodados. Eu entendo que o canto doce do conformismo seduz qualquer um. É muito mais fácil ficar aonde está. O problema é que essa postura foge da nossa natureza humana de sempre querer alcançar mais. Por conta disso, nossa cabeça sempre almeja o melhor.

Vejam no clipe acima casos de pessoas que não se conformaram e se levantaram pra fazer algo melhor para todos nós. Atingimos nossas grandes conquistas quando trabalhamos arduamente e damos um exemplo de melhora coletiva!

Também não somos seres maus, mesmo aqueles que agem para machucar os outros. Mas no lugar de julgar outras pessoas, que tal fazer uma autoavaliação. Mas cuidado! Quando fazemos isso, nos julgamos da mesma forma que fazemos com os outros, rotulando e martirizando ou culpando por conta desse rótulo.

Oras, se você sabe que suas atitudes não estão sendo as melhores, mude-as. Tente mudar a forma como você pensa e enxerga as coisas. Empatia é o melhor exercício para nos tornarmos pessoas melhores.

Nós não nascemos para nos seguir, estamos em uma trajetória de construção e portanto, as ações passadas devem ser repensadas e refeitas. Sempre precisamos escolher coisas novas, condutas diferentes e caminhos diferentes também. We weren’t born to follow. We were bornto be something new/ Believe that the sun will shine tomorrow

E não é por que estou escrevendo isso, que me furto da mesma posição. Julgo os outros e monto preconceitos. Afinal, vou vaiar o Fresno hoje no show do Bon Jovi. Mas quem sabe, lá na hora, ao invés de vaiar, eu só fique quieto, esperando e guardando energia (e voz) pra cantar as músicas como essa acima e espantar toda a energia negativa?

* Vale ler também:

http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2009/11/10/a-volta-de-bon-jovi-e-a-juventude-que-nao-volta/

Anúncios

Um comentário em “We weren’t born to follow ourselves

  1. Mariana
    7 de outubro de 2010

    Olha só, você nem precisou poupar a voz nas vaias durante o Fresno… porque o show pra gente nem existiu. >)
    No fim dá certo, mesmo quando parece que vai dar errado.
    Amo você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 6 de outubro de 2010 por em Textos e ensaios....
%d blogueiros gostam disto: