MIRANTE 1

Apenas um grande caderno de notas. Um mirante de onde eu olho tudo e qualquer coisa e bato nas teclas pra registrar.

Diário de um Cajiano – #1 dia Pt.1

– Dor nas costas, bem na lombar.

– Dor nas pernas

– Dor de cabeça, nela inteira, como se alguém estivesse cozinhando meu cérebro a vapor dentro do crânio.

Gripe? Resfriado? Nem tanto. Acho que a dor nas costas foi por ter ficado tenso, apresentaram tantas possibilidades para o nosso futuro próximo que fica difícil se contar sentado na cadeira, dá vontade de levantar e fazer tudo de uma vez. A dor nas pernas também vem daí. Da vontade de levantar e sair correndo e resolver tudo o que a gente precisa.

Geração Y linda que não quer esperar mais que um dia pra botar tudo em dia. ^^

A cabeça ainda gira. Tantas ideias, tantos nomes, tantas fotos, rostos. Cada um dos colegas um poço de vontade, experiência, sonhos, habilidades… cada orientador, expositor, transeunte no hall e no refeitório um retrato de almejo, superioridade, possibildiades…

Cansaço gostoso. Exaustão deliciosa. Hoje eu vou dormir feito um bebê, como não dormia há muito tempo. E como não gostar disso?

09h – 10h ==> Café da manhã no Mezanino e bate papo com todos os alunos do Curso Abril de Jornalismo 2012. Nos olhos de cada um um brilho de surpresa, alegria, timidez, desconforto e muita, muita curiosidade. Todos crianças em uma loja de brinquedos.

E mimos. Mochila, camiseta, crachá, programa do curso, vale refeição, assistência médica e elogios silenciosos mútuos. Como não? Cada um dos jovens a sua frente possui uma história tão ou mais rica que a sua. Somos melhores que os outros, NÃO.  Mas a sensação de pertencimento a um grupo é confortável, acalorada.

Foto de todo mundo em frente ao chafariz!

E depois, Alfredo Ogawa, sério, com um toque levemente ácido abre com uma fala que apagou alguns sorrisos e plantou outros, “vocês NÃO estão aqui por serem os melhores. Vocês estão aqui por se encaixarem naquilo que a editora Abril acredita que precisa”.

Isso me fez pensar que se fosse me outro ano, talvez eu não teria sido selecionado para o curso. (veja como foi a minha seleção)

Como não acreditar em destino numa hora dessas? Eu poderia ter espirrado no colo da minha entrevistadora e causado uma péssima impressão ou derrubado algo da mesa dela… ou no texto poderia ter batido numa tecla qualquer ali no meio e criar um erro que não estava lá … e tudo teria ido pro saco.

Tudo bem! Chega de devaneios, por favor!

E veio o Edward Pimenta.

Uma frase sua deu uma girada na minha cabeça “Uma pergunta óbvia pode fazer toda a diferença”.

E ele fez as devidas apresentações do curso.

Alguns dados do CAJ 2012

– São 34 aulas ‘teóricas’ (palestras, bate papos e afins), mais 8 projetos editoriais (um por grupo) e uma semana de imersão/estágio em uma das revistas da editora.

– Os projetos editoriais foram divididos pelas categorias: Info/ Claudia (aonde eu estou =])/Veja.com/ Veja/ Núcleos Semanais/ MTV/ Super interessante/ Capricho.

– A turma é composta por 31 mulheres/ 26 homens.

– 100% usam Facebook.

– 81% usam o Twitter.

– 68% já postaram no Youtube.

– 88% pagariam por conteúdo digital.

– 82% falam inglês.

– 39% falam espanhol.

– 77% já viajaram ao exterior.

Anúncios

Um comentário em “Diário de um Cajiano – #1 dia Pt.1

  1. 31 de janeiro de 2012

    Namorado lindo. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 31 de janeiro de 2012 por em Diário de um Cajiano e marcado , , , , , , .
%d blogueiros gostam disto: