MIRANTE 1

Apenas um grande caderno de notas. Um mirante de onde eu olho tudo e qualquer coisa e bato nas teclas pra registrar.

Satisfaction of Hard Work

Há cinco anos, Sons of Anarchy é de longe o meu seriado favorito. Não apenas pelas motos e por mostrar o cotidiano e as dinâmicas de um motoclube californiano preocupado em manter a vida na sua pequena cidade protegida. Mas o enredo e a maravilhosa trilha sonora são boas demais. Agora o quinto ano começou nos EUA. Logo no primeiro episódio da temporada, o personagem principal “Jackson “Jax” Teller” está escrevendo uma carta para os seus filhos, da mesma maneira que o seu pai lhe deixou um diário. E é fenomenal.

Something happens at around 92 miles an hour – thunder-headers drown out all sound, engine vibrations travels at a heart’s rate, field of vision funnels into the immediate and suddenly you’re not on the road, you’re in it. A part of it.

Traffic, scenery, cops – just cardboard cutouts blowing over as you past. Sometimes I forget the rush of that. That’s why I love these long runs. All your problems, all the noise, gone.

Nothing else to worry about except what’s right in front of you. Maybe that’s the lesson for me today, to hold on to these simple moments. Appreciate them a little more – there’s not many of them left. I don’t ever want that for you. Finding things that make you happy shouldn’t be so hard. I know you’ll face pain, suffering, hard choices, but you can’t let the weight of it choke the joy out of your life.

No matter what, you have to find the things that love you. Run to them. There’s an old saying, ‘That what doesn’t kill you, makes you stronger’ I don’t believe that. I think the things that try to kill you make you angry and sad. Strength comes from the good things – your family, your friends, the satisfaction of hard work. Those are the things that’ll keep you whole. Those are the things to hold on to when you’re broken.

Algo acontece a cerca de 140 quilômetros por hora – cabeças de pistão abafam todos os sons, vibrações do motor viajam a uma freqüência cardíaca, o campo de visão se afunila para o imediato e de repente você não está na estrada, você está nela. Uma parte dela.

Tráfego, cenário, policiais – apenas recortes de papelão soprando conforme você passa por eles. Às vezes eu esqueço a sensação disso. É por isso que eu amo essas corridas longas. Todos os seus problemas, todo o barulho, foi.

Nada mais para se preocupar, exceto o que está bem na sua frente. Talvez essa seja a lição para mim hoje,  segurar esses momentos simples. Apreciá-los um pouco mais – não sobraram muitos deles. Eu não quero isso para você. Encontrar coisas que te fazem feliz não deveria ser tão difícil. Eu sei que você vai enfrentar a dor, o sofrimento, escolhas difíceis, mas você não pode deixar que o peso disso sufoque a alegria da sua vida.

Não importa o que, você tem que encontrar as coisas que te amam. Correr até elas. Há um velho ditado, “O que não te mata, te torna mais forte”.  Eu não acredito nisso. Eu acho que as coisas que tentam matá-lo te deixam bravo e triste. Força vem das coisas boas –  sua família, seus amigos, a satisfação do trabalho duro. Essas são as coisas que vão mantê-lo completo. Essas são as coisas para segurar quando você está quebrado.

Anúncios

Um comentário em “Satisfaction of Hard Work

  1. Luis
    20 de março de 2016

    Incrível lição ensinada em um seriado como Sons Of Anarchy. Trilha sonóra de chorar, te faz querer viver cada vez mais intesamente, se apegar mais à vida. SOA muito mais que um simples seriado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 25 de setembro de 2012 por em "Interantissedades", Textos e ensaios..., TV e marcado .
%d blogueiros gostam disto: